Notícias

China será o motor do consumo de luxo em nível global, aponta relatório de 2019 da McKinsey

Compartilhe esta informação:  

Beijing – A China segue a tendência de se tornar o motor de consumo de luxo em  nível global, ao passo que os jovens consumidores estão impulsionando o forte crescimento do setor, de acordo com um relatório publicado na sexta-feira pela empresa de consultoria global McKinsey & Company.

Segundo o relatório, “China Luxury Report 2019” da McKinsey, a China foi responsável por mais da metade do crescimento global no consumo de produtos de luxo de 2012 a 2018. No documento foi publicado também a estimativa de que o país asiático contribua com 65% do gasto adicional mundial para o ano de 2025.

A previsão é de que os consumidores chineses praticamente dupliquem seu consumo de luxo atual para 1,2 trilhão de yuans (US$ 178 bilhões) até 2025, representando 40% do gasto mundial, indicou o relatório.

Os jovens consumidores chineses estão repaginando o cenário de luxo global.

A China tem 16,9 milhões de consumidores de produtos de luxo nascidos nas décadas de 1980 e 1990. Eles constituem 71% dos consumidores de produtos de luxo totais do país e representaram 79% do gasto total em 2018, de acordo com o relatório.

A maioria desses jovens consumidores são novos para o mercado, representando tanto uma oportunidade tentadora como um imperativo implícito para que as marcas se mantenham antenadas, apontou o relatório.

“Consequentemente, as oportunidades ficam mais abundantes, pois as grifes visam atrair a atenção dos consumidores no mercado mais lucrativo e de mais acelerado crescimento do mundo”, assinalou o relatório.

(*) Com nformações da Agência Xinhua

Fonte: Comex do Brasil

VOLTAR

SDAERGS WEB

Consulta Guias

Indicadores econômicos

Dia 16 Dia 17
Dólar 4,0031 4,0138
Euro 4,4875 4,4874
Libra Esterl. 5,1560 4,0138
Peso Arg. 0,08890 0,08949
Atualizado em 17/05/2019 08h36

Previsão do tempo

Agora em Porto Alegre, RS
18ºC
Hoje mín. 17ºC | 25ºC máx.
Amanhã mín. 17ºC | 26ºC máx.