Notícias

China será o motor do consumo de luxo em nível global, aponta relatório de 2019 da McKinsey

Compartilhe esta informação:  

Beijing – A China segue a tendência de se tornar o motor de consumo de luxo em  nível global, ao passo que os jovens consumidores estão impulsionando o forte crescimento do setor, de acordo com um relatório publicado na sexta-feira pela empresa de consultoria global McKinsey & Company.

Segundo o relatório, “China Luxury Report 2019” da McKinsey, a China foi responsável por mais da metade do crescimento global no consumo de produtos de luxo de 2012 a 2018. No documento foi publicado também a estimativa de que o país asiático contribua com 65% do gasto adicional mundial para o ano de 2025.

A previsão é de que os consumidores chineses praticamente dupliquem seu consumo de luxo atual para 1,2 trilhão de yuans (US$ 178 bilhões) até 2025, representando 40% do gasto mundial, indicou o relatório.

Os jovens consumidores chineses estão repaginando o cenário de luxo global.

A China tem 16,9 milhões de consumidores de produtos de luxo nascidos nas décadas de 1980 e 1990. Eles constituem 71% dos consumidores de produtos de luxo totais do país e representaram 79% do gasto total em 2018, de acordo com o relatório.

A maioria desses jovens consumidores são novos para o mercado, representando tanto uma oportunidade tentadora como um imperativo implícito para que as marcas se mantenham antenadas, apontou o relatório.

“Consequentemente, as oportunidades ficam mais abundantes, pois as grifes visam atrair a atenção dos consumidores no mercado mais lucrativo e de mais acelerado crescimento do mundo”, assinalou o relatório.

(*) Com nformações da Agência Xinhua

Fonte: Comex do Brasil

VOLTAR

SDAERGS WEB

Consulta Guias

Indicadores econômicos

Dia 29 Dia 1
Dólar 5,3405 5,4263
Euro 5,9114 6,0286
Libra Esterl. 6,5822 6,6852
Peso Arg. 0,07803 0,07918
Atualizado em 29/05/2020 13h31

Previsão do tempo

Agora em Porto Alegre, RS
24ºC
Hoje mín. 11ºC | 24ºC máx.
Amanhã mín. 13ºC | 21ºC máx.